sábado, 14 de março de 2015

Eles apoiam Muriaé na Web

O site de coluna social Muriaé na Web - www.muriaenaweb.com.br,  se faz representar nos mais variados eventos neste mundão de meu Deus divulgando nossa terra quente de calor humano de nossa gente. A "Bolachinha" de publicidade já ficou conhecida nas mãos de pessoas simpáticas e queridas, autoridades e famosas. Muito nos honra!












Aposentada e viúva, muito agradecida, dedico-me num ato singelo, através da mídia, valorizar quem nos apoia nesta terapia da qual me ouso dedicar de corpo e alma até quando Deus quiser!

Final da novela "IMPÉRIO"



Na cena final, a nova geração da dinastia Império posou para uma foto, com João Lucas (Daniel Rocha) como novo ocupante do ‘trono’ de imperador dos diamantes e líder do clã Mendonça e Albuquerque de Medeiros.


Zé Alfredo surgiu numa janela, em um canto do cenário da foto. Afiou as pontas do bigode e depois fechou as cortinas. Um fantasma? O Comendador forjou a própria morte pela segunda vez? Foi uma última pegadinha do autor Aguinaldo Silva, para provocar o público e os jornalistas que passaram meses escrevendo sobre a trama.

A sequência na qual Cristina (Leandra Leal) chora sobre o corpo do pai, logo após ele ser baleado, teve como trilha os versos “Deixe-me ir / Preciso andar / Vou por aí a procurar / Rir pra não chorar”, da música Preciso Me Encontrar, do sambista Cartola.

As viúvas Maria Marta (Lilia Cabral) e Maria Isis (Marina Ruy Barbosa), e as filhas Cristina e Maria Clara (Andreia Horta) jogaram as cinzas do Comendador do alto do Monte Roraima, onde a trama começou.

Em cena de flashback, Zé Alfredo apareceu no lugar, dizendo “nasci no dia em que coloquei meus pés aqui”. Após viajar escondido para o monte, João Lucas achou no chão da caverna a masbaha (amuleto religioso) do Comendador.

Durante a exibição do capítulo, a hashtag #ImperioFinal chegou a liderar os Trending Topics do Twitter. De acordo com dados prévios do Ibope, Império registrou 44 pontos de média. O mesmo índice conquistado na quinta-feira.

A censura da Globo contra palavrões foi ignorada. Após atirar em Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), Zé Alfredo o encarou furioso: “Morre, ‘feladaputa’. Diz quem é o merda agora, diz”.

Entre os principais desfechos, Isis ficou sozinha, mas rica. Em seu testamento, Zé Alfredo tornou sua ‘sweet child’ sócia da joalheira Império.

O crossdresser Xana (Aílton Graça) e a manicure Naná (Viviane Araújo), que formaram o casal romântico mais apoiado pelo público, ganharam final liberal, dividindo a casa (e a cama?) com o maitre Antonio (Lucci Ferreira). A família moderna se completou com a adoção do garoto Luciano (Yago Machado).

Enrico (Joaquim Lopez), o chef de cozinha preconceituoso, ganhou a redenção: voltou da Itália casado como uma ítalo-brasileira negra.

Reconhecido por sua pintura e com a esquizofrenia sob controle, Salvador (Paulo Vilhena) foi para Paris com Helena (Julia Fajardo) e Orville (Paulo Rocha), que também ganhou a oportunidade de exibir sua arte.

O autor Aguinaldo Silva, que sem falsa modéstia postou muitos autoelogios no Twitter ao longo da trama, fez participação especial no lançamento do livro ‘O Inesquecível Homem de Preto’, escrito por Téo Pereira. “Para um homem alto com cútis de pêssego”, autografou o blogueiro no exemplar entregue ao novelista.

Império será lembrada pelo número de mortes. Entre personagens dos núcleos principais e coadjuvantes, foram mais de dez em oito meses no ar.

Entre as vítimas, Evaldo (Thiago Martins) e Sebastião (Reginaldo Faria) na primeira fase; e Eliane (Malu Galli) no período seguinte.

Morreram também Fernando (Erom Cordeiro), Jairo (Julio Machado), Jurema (Elizângela), Reginaldo (Flávio Galvão), Cora (Marjorie Estiano), Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) e Silviano (Othon Bastos), além de outros.

Apesar de ser uma novela moderna, transcorrida no tempo atual, Império teve aura de saga, como nos antigos folhetins de época.

Não faltaram nem as pitadas de surrealismo, típicas da imaginação prolífera de Aguinaldo Silva, autor de sucessos cheios de fantasia como Pedra Sobre Pedra (1992), Tieta (1989) e Roque Santeiro (1985).

Apesar de vários acontecimentos inverossímeis, que testaram a boa vontade do telespectador em embarcar no enredo, Império caiu no gosto popular e recuperou a audiência da faixa das 21h.

Homenageado do dia 13 de março: Wanderley Lessa Poiares


O  lajense Wanderley Lessa Poiares atualmente aposentado, radicalizado em Macaé onde construiu seu "império", é o aniversariante destaque do dia 13 de março. Através dele, patriarca de uma linda família, esposo de minha mana Telma, pai de Monalisa, Aline, Vander e da saudosa Tarsila; avô de Luisa, Pedro Antônio, Liz Maria, Rafael, Vitor, Miguel e Alice, cumprimentamos a todos os demais aniversariantes deste glorioso dia, com votos de muitas felicidades.




VIVA O VOVÔ LELEY!!!

sexta-feira, 13 de março de 2015

Dica Literária: Você é Insubstituível


 È um livro que fala sobre o amor pela vida que pulsa em cada um de nós. Ele conta uma biografia. Se até hoje a nossa história nunca foi contada em um livro, ela será neste livro contata, pelo menos em parte. Através desta obra, descobriremos alguns fatos relevantes que nos tornam os maiores vencedores do mundo, o mais corajoso dos seres, aquele que mais cometeu loucuras de amor para poder estar vivo.


Daí sermos cada um de nós INSUBSTITUÍVEL!


"A vida é belíssima, mas não é tão simples vivê-la. Às vezes, ela se parece com imenso jardim. De repente, a paisagem muda e ela se apresenta árida como um deserto ou ingrime como as montanhas. Independente dos penhascos que temos  de escalar, cada ser humano possui uma força incrível. E muitos desconhecem que a possuem."

DESTAQUE: Yara Vassallo


Nosso destaque de hoje vai para a Diretora Geral da Escola de Artes San Remo localizada em Friburgo-RJ, professora Yara Vassallo.


 Yara Vassalo grande mestra da música e da arte. Professora super conceituada mundialmente pela sua competência, maestria e dom divino.  Dedicando à arte da formação musical na Academia San Remo, sente-se imensamente orgulhosa pelo sucesso de seus alunos. Dentre eles, Plinio Padilha, concertista internacional radicalizado na Suiça que muito se destaca como professor e pianista em vários paises.


A partir deste mês de março de 2015, quem estará  recebendo seus preciosos ensinamentos para iniciar a conquista de seu sonho, é o mineiro João Lúcio Gusman (14 anos). SUCESSOS!

segunda-feira, 9 de março de 2015

Dica de Hoje: Livrar "Vaso Sanitário" de manchas amarelas

Caso seu vaso sanitário tenha uma mancha amarela que não sai, provavelmente ela é uma mancha de ferrugem causada por água dura.

Depois de limpar o vaso sanitário com escova e produtos de limpeza apropriados assim como faria em uma limpeza regular, tente uma abordagem mais agressiva para se livrar da mancha amarela no vaso.
Nível de dificuldade: Moderadamente fácil

O que você precisa?
Escova para vaso sanitário
Bórax (produto de limpeza para banheiro)
Suco de limão



Misture suco de limão e bórax até formar uma pasta. Desligue a água e puxe a descarga do vaso sanitário até que o reservatório fique completamente vazio.
Esfregue a mistura de bórax e suco de limão sobre os áreas com manchas amarelas em seu vaso sanitário úmido. Deixe-a assentar sobre a mancha por pelo menos duas horas, em seguida, esfregue o vaso com uma escova de vaso sanitário.

Encha o tanque novamente com água e lave. Se as manchas amarelas permanecerem, repita os passos dois e três, mas desta vez, em vez de usar uma mistura de bórax e suco de limão, passe toalhas de papel embebidas com vinagre branco nas áreas manchadas.