sábado, 18 de fevereiro de 2017

Dica: Escolher uma cor para o casamento

Amei esta sugestão, achei aqui, e resolvi dividir com minhas amigas e amigos conectados no Blog da Colunista.


Cocota e Ranheta recriando uma foto de infância

As manas venancenses Telma Braga Poiares e Tania Braga Gusman, nesta sexta (17 fev) reconstruiram um momento da época de meninas quando nossa querida Dindinha Mirian nos levava ao estúdio de fotografia de Itaperuna para registrar fases de nossa infância. Esta foto foi tirada nos idos de 1956, época em que Telma tinha cinco anos e Tânia seus sete anos . A pose das meninas sérias foi porque a mais velha(eu) já estava trocando dentinhos,(tinha janelinhas na frente), não podia rir. HaHaHa!!! Aproveitando a ocasião, 61 anos depois, agora sexagenárias, sob os cliques e criatividade da fotógrafa Ludmila Gusman, em seu estúdio, tentaram recriar a foto, junto das lembranças daquela época.


A dupla curte o título de "Cocota e Ranheta" embora sem decidir até hoje quem é quem. Porém  deixam transparecer com seus argumentos que nenhuma das duas quer ser a "RANHETA".


E, para continuar a disputa, elegeram Letícia e Júlia, netinhas de Tânia, filhas de Ludmila, as mais novas candidatas aos títulos. HaHaHa!!!  Muitos cliques e muitas risadas!!! Confesso que foi difícil mantermos sérias para os cliques da fotógrafa! Momentos inesquecíveis!

São também nossas candidatas aos títulos "Cocota e Ranheta": 
  • Fernanda e Flávia, filhas do mano Fernando
  • Ludmila e Larissa, minhas filhas 
  • Monalisa e Aline filhas da mana Telma.
  • Luisa e Liz Maria, netas de Telma
  • além do trio Camile,Celine e Cecília minhas netas.
  • As primas Amanda e Júlia, netas de Fernado 
Veja mais sobre :

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Reflexão: Não Faça da sua vida um cativeiro

Muitos dos fios se alembram de nós os pretos velhos por conta da época da escravidão,
O cativeiro, o trabaio incessante, as correntes nos pés, a chibata nas costas, 
Enquanto vosmecês se alembram de nosso passado, nóis aqui deste lado observamos que os fios criaram seus próprios cativeiros,  Cativeiros estes criados na mente é pior que os cativeiros físicos em que vivemos;

O que é cativeiro da mente fios?
É manter a mente fechada ao novo, é não ter atitude, é ficar se fazendo de vitima, é ter preconceito, é guardar magoa, tristeza, é num conseguir perdoar, é não aceitar as mudanças que a vida te apresenta, é ter medo de arriscar, é querer controlar as coisas e as pessoas para satisfazerem seus caprichos, é não aceitar a si mesmo e não aceitar o outro como ele é, é por culpa no outro e não assumir sua parcela de responsabilidade, é manter pensamento fixo na dor, é ficar preso ao passado, ansiar o futuro e não viver o presente, o presente que Deus te dá todos os dias com novas oportunidades pra recomeçar, pra tentar outra vez, pra ser feliz.

Liberte-se desse cativeiro fios, libertem-se da dor, tenham coragem e dêem o primeiro passo, deixa tudo quanto é sentimento ruim, faça uma limpeza em vossa mente e em vosso coração, Deus te quer feliz e nóis os negos véios também,
Nóis tamo liberto do cativeiro físico e com as alma cheia de amor por vosmecês, tamo aqui pra ajudá, ajudá a vosmecês se liberta do vosso cativeiro,  Dê o primeiro passo muzanfios, comece amando a vosmecê, pruque querer se manter no cativeiro é falta de autoamor.
Que louvado seja nosso senhor Jesus Cristo, o qual rogo bênçãos e forças para vossa libertação.

Pai João de Angola
Enviado pelo Colunista de Santa Catarina Jefferson Severino

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Lançamento de livro: Falando Sério... e Brincando

Agradecer é preciso:  receber o convite para o lançamento do livro "Falando Sério... e Brincando" de autoria de Paulo Ângelo Levate. O evento acontece na noite do dia 17 de fevereiro no Colina Country Club.






terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Destaque : Dr Carlos Fernando Costa

O estimado médico pediatra Dr Carlos Fernando  acaba de se aposentar. Foram anos e anos a fio cumprindo a missão  generosa de cuidar da saúde dos pequeninos do município mineiro de Muriaé.

Dr Carlos Fernando com a enfermeira Fernanda Oliveira Costa sua sobrinha


Para saudar o pediatra querido pela merecida aposentadoria conquistada,  a equipe da Ubs Patrimônio preparou uma singela surpresa de despedida demonstrando-lhe o quanto é bem quisto  por todos. 


  "Tio Carlos", vai fazer muita falta para todos, principalmente para as pastorais da criança de todo o município . A confraternização deixou o homenageado sensibilizado!



 Um reconhecimento profundo envolveu toda a equipe  que num gesto lindo de gratidão transmitiram:
"Muito obrigada por ser este médico tão humano , sempre disposto a atender a todos independente da classe social, ser tão atencioso, gentil, educado para tratar todos e o carinho imenso por nós em todos esses anos, nós te amamos!"