quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Dica Turística: O que vamos ver no ZOO da nossa capital de Minas


Criada em 1991, a Fundação Zoo-Botânica abriga o Jardim Zoológico e o Jardim Botânico da cidade. Centro de preservação e conservação de animais e plantas, desenvolve trabalho de educação ambiental. O Zoo está situado na sede da Fundação, em uma área de 1,4 milhão de m² e abriga uma reserva nativa do cerrado. São cerca de 900 animais, de 200 espécies, do Brasil e de várias partes do mundo, além do primeiro borboletário público da América do Sul.





 













Com os nossos agradecimentos, quem nos apresenta é a simpática muriaeense Stéfani que esteve num passeio com seus pais em BH nestas férias. 

Igreja de São José em Belo Horizonte

De arquitetura eclética com influência neogótica, a Igreja de São José foi construída pela congregação dos redentoristas e é um dos mais notáveis monumentos construídos na cidade. Com uma forma de uma perfeita cruz latina, a matriz tem 60 metros de comprimento e 19 de largura. Teve sua decoração interior iniciada em agosto de 1910 e abriga capitéis das belas colunas no estilo coríntio, o grandioso presbitério, além de um órgão de tubos fabricado em 1927. A pintura interna da igreja foi feita pelo artista alemão Guilherme Schumacher, que entregou a obra em fins de 1912.
                                                           



 
No altar-mor, um painel retrata a Santíssima Trindade entre anjos e santos. No presbitério, aparecem no teto Nossa Senhora com o Menino Jesus e 40 medalhões com os antepassados de Jesus desde Abraão até São José. Nas paredes estão os quatro evangelistas e ao lado das janelas inferiores, os Doze Apóstolos. No alto dos arcos, há seis doutores da Igreja e o padroeiro São José. Nos altares laterais do lado direito, há cenas da vida de Santo Afonso, a promessa da Redenção feita a Adão e Eva e a aparição de Nossa Senhora de Lourdes a Bernadete. Do lado esquerdo, é narrada a história do quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, o Calvário e a aparição do Sagrado Coração à Santa Margarida Maria.


No corpo da igreja, no alto, estão de um lado 14 santos e do outro lado 14 santas, sendo que esta separação refletia o costume da época de estarem separados os homens das mulheres dentro das igrejas. A matriz recebe um público aproximado de 1.500 pessoas diariamente e de 5.000 aos finais de semana. Em 2014 iniciou-se uma restauração interna e externa que buscou resgatar detalhes de sua construção original.  





Endereço: Rua Tupis, 164 - Centro 
Telefone: 31 3273-2988
Site: http://www.igrejasaojose.org.br 
E-mail: psjsecretaria@gmail.com 
Horário de Funcionamento: 2ª a dom. das 6h às 22h 
Missa: Sábados às 7h, 8h, 18h e 19h. Domingos 7h, 8h30, 10h, 11h30, 16h, 17h30 e 19h. Adoração à Santíssima: 5ª às 12h

Vai Acontecer: I Simpósio de Literatura da Academia Muriaeense de Letras


Curiosidade: Li Ching Yuen revela seus segredos de como chegou aos 256 anos de idade

Chegar aos 100 anos já é um grande marco, mas imagina viver para lá de 250… parece impossível, não é? Mas a verdade é que Li Ching Yuen, um mestre taoista chinês, chegou aos 256 anos de idade! Ching Yuen viveu muito tempo e tornou-se uma referência no mundo das práticas espirituais. O chinês bicentenário, nascido em 1677 e falecido em 1933 por causas naturais, era um herbalista praticante de Chi Kung.


Li Ching Yuen com o professor chinês Wu Chung Chieh

Embora pareça impossível que um ser humano consiga viver durante tanto tempo, existem documentos que o comprovam. Algumas das técnicas espirituais praticadas por Li Ching Yuen são conhecidas por prolongarem e melhorarem a qualidade de vida. Não há registo de nenhuma outra pessoa que tenha chegado ou ultrapassado a idade de Li Ching Yuen em toda a história da humanidade.

Práticas espirituais como o taoísmo são uma tradição chinesa que assenta em viver em harmonia com o Tao, isto é, com o caminho ou a vida. Já o Chi Kung é um exercício de cultivo de energia. Estas práticas estimulam a circulação da energia Chi, energia vital do corpo.
A longevidade do mestre Li Ching Yuen é atribuída, entre outras coisas, a essas mesmas práticas espirituais. 

  • Foi a partir desses exercícios e estudos sobre alquimia e medicina tradicional chinesa que Li Ching Yuen começou a cultivar a mente e o corpo. O mestre praticava as doutrinas, meditava, aprendia e aplicava a filosofia e a medicina no seu dia-a-dia.
  • Li Ching Yuen também mudou os hábitos alimentares e passou a utilizar plantas medicinais com mais frequência, dormia e acordava cedo, não utilizava drogas, não bebia nem fumava, o que lhe conferiu mais resistência.
No ano da sua morte, em 1933, a revista Time publicou um artigo chamado “Tartaruga – Pombo – Cão” sobre o mestre. Neste artigo, Li Ching Yuen foi questionado sobre qual era o seu segredo para viver tanto tempo, ao que respondeu: “Manter o coração calmo. Sentar como uma tartaruga, andar vigorosamente como um pombo e dormir como um cão”.


Li Ching Time aos 256 anos

Segundo este artigo, o professor chinês Wu Chung Chieh, diretor do Departamento de Educação da Universidade de Chengtu e autor do texto, encontrou registos sobre o chinês bicentenário que relatam a sua vida. Wu Chung Chieh afirma ter encontrado uma nota do Governo Imperial da China de 1827 que parabenizada Li Ching Yuen pela marca dos 150 anos de idade. Li Ching Yuen teria casado 23 vezes e tido mais de 180 filhos.

Também no livro Ancient Secrets of Youth, de Peter Kelder, existe uma referência sobre o mestre Li Ching Yuen. No livro, um dos discípulos do mestre, Da Liu, conta que quando Li Ching Yuen completou 130 anos encontrou um eremita ainda mais velho que lhe ensinou práticas de Chi Kung, incluindo exercícios de respiração, movimentos com sons e recomendações de comidas e ervas medicinais.

A prática constante de todos esses exercícios serviu para aumentar a sua longevidade, assim como a sua alimentação. Os investigadores de humanos centenários não concluíram que Li Ching Yuen fosse totalmente vegetarianos, mas sabem que a carne vermelha foi abolida da sua dieta. Pelos relatos, percebe-se que grande parte da sua nutrição baseava-se em plantas, raízes e chá. Os investigadores afirmam que era provável que consumisse leite e derivados para manter cálcio nos ossos.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

DESTAQUE: Dr Mauro Cruz

Nosso destaque de hoje, 03 de agosto,  vai para o querido muriaeense Dr Mauro Cruz por ocasião de sua data natalícia. O conceituado dentista que reside na cidade de Juiz de Fora é motivo de orgulho pra nossa gente de nossa terra.


Ele é Diretor executivo na empresa Clinest - Centro Clínico de Pesquisa em Estomatologia, Trabalhou como Diretor executivo na empresa BiomacMed Odontomédica. Formou -se pela Universidade Federal de Juiz de Fora e cada vea se atualizando mais, estudou Implantologia Oral na instituição de ensino São Leopoldo Mandic . No seu currículo está também  uma especialização na Clínica Odontológica da instituição de ensino Universidade Camilo Castelo Branco (Unicastelo).  É uma assumidade como profissional e muitíssimo respeitado em seu ramo. Para ele os nossos aplausos!!!

RECORDANDO: "UMA NOITE DE SONHO"


"Uma Noite de Sonho" foi o tema da Festa de 15 anos de minha filha Ludmila Gusman nos idos de 1993, no Muriaé Tenis Clube. A idealização, e toda criatividade ficou por minha conta. A ornamentação foi do saudoso Rubem de Castro com buffet de Matilde para 500 pessoa. O Muriaé Tenis Clube ficou  um encanto. No mesanino 30 mesas dos familiares dos jovens participantes.   Aquele balanço que Ludmila assentou foi tudo de criativo e original!  As flores em tons lilás e branco foram confeccionadas pelo carinho da amiga Inês Rodrigues. Os docinhos da época tiveram a participação de Maria das Graças do Fio de Ovos, recém inaugurado em Muriaé . A amiga e vizinha Lucimar Del Esposte esteve sempre ao meu lado dando opiniões e colaborando com os todos os detalhes.


A aniversariate recepcionou os convidados de roupinha branca. Seus looks foram confeccionados pela estilista Gracinha Brabosa.

Voltou ao salão para o cerimonial e valsa, com um traje longuete lilás da cor predominante da festa. Com uma mímica da música "Não é fácil chegar aos 15 anos" ladeada de meninas e meninos com chuva de prata a iluminando enquanto cantava.



 Ao descer a escada, passou por um túnel de 15 jovens casais com lanternas brilhantes sendo conduzida ao BALANÇO pelo seu irmão mais velho Pablo Gusman.


E ficou no balanço rodeada dos participantes enquanto a amiga Andreza Neres entoou uma oração "Senhor que Tens nas Mãos do destino"


Lucio recebeu o par de sapatos de salto para oficializar o debut de sua filha pelas mãos da prima bailarina que veio de Macaé exclusivamente para esta apresentação.




A felicidade do pai Lúcio Gusman era imensa pra trocar o sapatinho da filha. Ele ficou responsável pelo cerimonial que teve o locutor Renato Mercante de Miracema ao microfone. Elias Batalha arrasou  no repertório ao vivo que teve a participação do violinista Richard Carlo.

 Lindo também o momento da valsa ao som de violino e teclado e os casais muito bem ensaiados

  Dentre os inúmeros momentos lindos do cerimonial destacamos a entrega do buquê de rosas que Ludmila fez com as 15 rosas recebidas de seus amigos que abrilhantaram seu aniversário,  à mim, sua mãe, que dividi dando-lhe 8 rosas, com minha mãe Dulce (avó materna Maria Dulce Goulart Cerqueira Braga) em sinal de amor e gratidão.


Cada casal de colegas convidados ao lhe entregar a rosa representava um momento importante de sua vida tal qual: nascimento, batizado, os primeiros passos, a primeira escola, a leitura, as amizades, etc. e a realização de um desejo. Quando todas as velas foram acesas cantou-se os parabéns e a valsa a seguir.
  A FESTA FOI REALMENTE UM SONHO!


As lembrancinhas de Crochê foram feitas pela avó materna Dulce. Foram 15 bonecas  grandes de porcelana para as jovens participantes, chaveiro personalizado para os jovens. O crochê cobria a tampa do vidro jateado- doces cristalizados. A caixinha trabalhada também em crochê - docinhos e bombons. Nas mesas, uma bonequinha de porcelana no balanço e lenços de recordação.